Pensamento da semana, por Carlos Arruda

O Brasil gera emprego, mas de menor valor agregado, com mão de obra pouco qualificada, fruto de deficiência educacional. Não gera riquezas na mesma proporção.”

Carlos Arruda é professor da Fundação Dom Cabral, responsável no Brasil pela pesquisa e coleta dos dados do World Competitiveness Yearbook,  do International Institute for Management Development (IMD), uma das principais escolas de negócios no mundo, sediada na Suíça.

O Brasil saiu da 38º posição em 2010 para a 51º em 2013. A causa? Infraestrutura defasada e baixa produtividade. A falta de investimento em estradas, portos, aeroportos e energia junto com alta carga tributária e os elevados custos de produção fazem o país empacar e não gerar riqueza. 

E pra melhorar? Segundo o professor, em reportagem do jornal O Estado de São Paulo, precisamos avançar em fatores macroeconômicos. Atualmente é muito baixa nossa participação no mercado internacional.  

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s